Edital prevê investimentos na compra de dez licenças dos softwares MetaCore e MetaDrug

As licenças serão de uso compartilhado nas unidades contempladas, de modo a permitir uso intensivo e racionalização de recursos

A Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP) da USP lançou um edital para investir em ferramentas computacionais e bases de dados voltadas para o desenvolvimento de pesquisas de ponta na área de genômica e fármacos.

O edital tem como objetivo disponibilizar, aos projetos de pesquisa selecionados, acesso às ferramentas de apoio e aceleração do processo de descoberta científica MetaCore e MetaDrug. Esses softwares oferecem bases de dados de compostos e moléculas e ferramentas de análise de vias metabólicas.

Unidades, museus e institutos especializados da USP, cujos pesquisadores desenvolvam projetos passíveis de se beneficiar com o uso dessas ferramentas, podem submeter suas propostas até o dia 6 de dezembro.

“A USP dispõe de grupos de excelência no tema que, com esses instrumentos, poderão desenvolver suas pesquisas com mais agilidade”, destaca o pró-reitor de Pesquisa, Sylvio Roberto Accioly Canuto.

O pró-reitor explica que o custo de aquisição dessas ferramentas pode ser significativamente reduzido se realizado em lote, em vez de individualmente por cada grupo ou pesquisador, resultando em economia para os pesquisadores.

Além disso, as licenças serão de uso compartilhado nas unidades contempladas, de modo a permitir uso intensivo e racionalização de recursos. “As Comissões de Pesquisa terão papel importante no processo, tanto na consolidação das demandas internas quanto na gestão do uso das licenças”, afirma Canuto. A Pró-Reitoria fará a compra dos softwares e deverão ser disponibilizadas dez licenças pelo prazo de dois anos.

As propostas serão analisadas por um Comitê de Avaliação nomeado pela PRP. O pró-reitor destaca que, dentre os critérios considerados na avaliação, estarão o impacto do uso das ferramentas para a área do conhecimento e as disciplinas ou cursos em que elas serão utilizadas. O resultado será divulgado em janeiro do próximo ano. Com informações da USP

Tags:

ferramentas computacionais, genômica e fármacos, USP

Compartilhe: