Estudos visam elucidar os aspectos genéticos da infertilidade para desenvolver testes não invasivos que apoiem a tomada de decisão das pacientes, proporcionando uma melhor experiência para mulheres em tratamento de infertilidade

As causas mais comuns de infertilidade entre as mulheres são ovulação irregular, aderência das tubas uterinas e a endometriose

A Thermo Fisher Scientific anunciou em junho que iniciou uma colaboração global de pesquisa com a Predictive Laboratories, uma ramificação do Predictive Technology Group Inc., focada no estudo de fatores genéticos relacionados à infertilidade em mulheres. Com a colaboração, as pesquisas terão acesso irrestrito às várias soluções oferecidas pela Thermo Fisher Scientific para a Saúde Reprodutiva, como o CarrierScan da Applied Biosystems, o Ion ReproSeq PGS, o teste CytoScan Dx e o Ion AmpliSeq Exome RDY para o sequenciamento total do exoma.

A infertilidade tem muitas causas potenciais, que podem envolver um ou ambos os parceiros. Em alguns casos o motivo da infertilidade não pode ser determinado e a condição passa a ser classificada como “inexplicável”. As causas mais comuns entre as mulheres são ovulação irregular, aderência das tubas uterinas e a endometriose. Segundo o Colégio Americano de Obstetrícia e Ginecologia, cerca de 40% das mulheres com infertilidade também possuem endometriose.

A endometriose ocorre quando o tecido endometrial que reveste a parede uterina cresce em outras áreas adjacentes ao útero. Os sintomas são bem caracterizados, incluindo dor pélvica, períodos intensos e dor durante as relações sexuais ou evacuações, mas a doença é altamente variável e muitas mulheres podem ter endometriose assintomática, o que gera um impacto significativo na fertilidade. Estes novos estudos com a Predictive Laboratories visam elucidar as bases genéticas desta condição na expectativa de definir com maior precisão quais mulheres correrão risco de infertilidade nestes casos.

“A infertilidade em mulheres que buscam engravidar tornou-se uma condição cada vez mais comum e que implica em alta carga emocional e financeira à medida que buscam soluções alternativas”, comenta Bradley Robinson, CEO do Predictive Technology Group. “Nossa colaboração com a Thermo Fisher é uma sinergia de nossos recursos inovadores em pesquisa e desenvolvimento com a tecnologia de ponta do sequenciamento de nova geração de uma empresa líder de mercado, que permitirá compreender melhor a genética da infertilidade para o desenvolvimento de uma futura solução de diagnóstico”.

No mundo, cerca de 70 a 80 milhões de casais sofrem atualmente com infertilidade, o que gera quadros de depressão, ansiedade e perda de produtividade no trabalho. A capacidade de identificar previamente mulheres que terão dificuldade para engravidar permitirá uma intervenção precoce e o planejamento de um tratamento personalizado com maior potencial de uma gestação bem-sucedida e com menos tentativas.

“Estamos muito animados com este trabalho tão importante e emocionante com a Predictive Laboratories para entender melhor o processo da infertilidade em mulheres”, afirma Yan Zhang, gerente geral de saúde reprodutiva da Thermo Fisher Scientific. “A combinação da expertise de nosso parceiro com nossas soluções avançadas em análise genética tem enorme potencial de reduzir a carga financeira e emocional que os casais enfrentam quando passam por tratamentos de fertilidade.”

Tags:

infertilidade em mulheres, Predictive Laboratories, Thermo Fisher Scientific

Compartilhe: