Método semelhante à medição de diabetes permitirá, no futuro, que amostra seja enviada para análise pelo correio

Ao encostar a ponta do dispositivo Mitra no local, é possível, em questão de segundos, obter uma amostra

Fazer um exame que precisa de agulha pode ser um pesadelo para muitas pessoas. O medo que se converte em desconforto e até desespero na hora de tirar sangue atinge grupos de diferentes idades. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC), cerca de 1 em cada 10 pessoas sofre em algum nível com o receio de agulhas, a chamada aicmofobia. Pensando nisso, a Allcrom Instrumentos Científicos, empresa que oferece produtos e serviços na área analítica e de saúde, trouxe ao Brasil, com exclusividade, uma solução que deixa a experiência da coleta de exames menos traumatizante.

Trata-se de um dispositivo que permite a autocoleta de sangue ou outros fluidos biológicos. Funciona com uma microperfuração, praticamente indolor, com uma lanceta, que é um instrumento de punção, no dedo ou, no caso dos bebês, no calcanhar. Ao encostar a ponta do dispositivo Mitra no local, é possível, em questão de segundos, obter uma amostra. Com uma única gota de sangue, o laboratório pode realizar diversas análises.

A inovação foi apresentada na Analitica Latin America, Feira Internacional de Tecnologia para Laboratórios, Análises, Biotecnologia e Controle de Qualidade, realizada no São Paulo Expo, durante a semana passada.

Um processo prático, rápido e seguro, que garante conforto e bem-estar a quem tem aversão a agulha, independentemente da idade

A solução já foi aprovada pela Anvisa e, em breve, estará disponível em hospitais, laboratórios e clínicas. No caso da coleta domiciliar, o próprio paciente, ou pessoa responsável, poderá coletar a amostra e enviar em segurança ao laboratório, até mesmo pelo correio. Um processo prático, rápido e seguro, que garante conforto e bem-estar a quem tem aversão a agulha, independentemente da idade.

Segundo pesquisas realizadas pela Allcrom, 82% dos entrevistados disseram ter alguma restrição ao método de coleta tradicional e revelaram que, se fosse utilizado o dispositivo nestas ocasiões, fariam mais exames durante o ano.

Para os pais de crianças, os benefícios são ainda maiores, já que é possível que eles mesmos façam a coleta para seus filhos. “A maioria das crianças tem medo de agulha e é difícil e desgastante fazê-las cooperar. A microamostragem é uma experiência humanizada, menos dolorosa e traumatizante do que as coletas tradicionais que exigem uma retirada maior de sangue e são feitas por desconhecidos”, comenta a farmacêutica especialista de produto, Graciela Gomes.

Em um levantamento da empresa, aproximadamente 61% dos pais relataram que os procedimentos de microamostragem foram relativamente indolores para seus filhos. 26% disseram que as crianças indicaram alguma dor.

Tags:

Allcrom Instrumentos Científicos, autocoleta de sangue, dispositivo Mitra®

Compartilhe: