Na cultura de células em 3D (ou esferoides), as células crescem em um sistema tridimensional, permitindo uma simulação e reprodução mais fiel dos tecidos. Atualmente, a cultura celular 3D tem sido amplamente aplicada em estudos de microambiente tumoral, pesquisas relacionadas à medicina personalizada e testes de citotoxicidade.

Uma grande aliada nesses estudos é a superfície Cell-Repellent. Desenvolvida pela Greiner Bio-One, a tecnologia evita efetivamente a adesão das células à superfície do plástico. Sua utilização é indicada para o cultivo de células onde as superfícies hidrofóbicas convencionais não são suficientes para impedir a adesão celular.

Além de ser ideal para a cultura celular em 3D, a superfície Cell-Repellent também pode ser aplicada no cultivo de agregados de células-tronco. Isso porque, as células-tronco pluripotentes possuem a capacidade de se diferenciar em diversos tipos celulares e têm se tornado uma grande promessa para o desenvolvimento de drogas em aplicações terapêuticas e em pesquisas básicas.

A tecnologia Cell-Repellent faz parte da linha CELLSTAR® da Greiner Bio-One e está disponível em formatos de garrafas, placas e placas multipoços. Todos os frascos são livres de DNase, RNase e DNA humano, não são citotóxicos e possuem certificados por não serem pirogênicos.

Garrafas: capacidade para 50, 250, 550 e 650 mililitros (mL)

 

Placas: disponíveis nas dimensões de 30, 60 e 100 milímetros (mm)

 

Placas multipoços: opções com 6, 24, 48, 96 e 384 poços

Tags:

cultura celular 3D, Greiner Bio-One, superfície Cell-Repellent

Compartilhe: