O promotor de Justiça de São Paulo e presidente do Instituto Não Aceito Corrupção, Roberto Livianu também proferirá palestra sobre o tema

O fórum “Ética em Medicina Diagnóstica” também trará uma apresentação especial de Roberto Livianu, promotor de Justiça de São Paulo e presidente do Instituto Não Aceito Corrupção

O procurador da República e coordenador da Operação Lava-Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, será a grande atração do último debate do 52º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, que acontecerá em Florianópolis, no dia 28 de setembro, sexta-feira, das 11h45 às 13h15.

O fórum “Ética em Medicina Diagnóstica” também trará uma apresentação especial de Roberto Livianu, promotor de Justiça de São Paulo e presidente do Instituto Não Aceito Corrupção.

O evento contará com as participações de dirigentes do segmento laboratorial como Carlos Eduardo Gouvêa, presidente executivo da Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial (CBDL) e líder do Instituto Ética Saúde (IES); Ademar José Paes Jr, da Associação Catarinense de Medicina (ACM); Claudia Cohn, presidente da Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed); Luiz Fernando Barcelos, presidente da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC) e Roberto Luiz d’Avilla, ex-presidente do Conselho Federal de Medicina – CFM. A moderação será de Wilson Shcolnik, presidente da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial (SBPC/ML).

“Ética e Compliance são as palavras da ordem neste momento tão conturbado que atravessa a sociedade brasileira. Em consequência disso, resolvemos trazer grandes nomes da Justiça brasileira como Deltan Dallagnol, cuja atuação é destacada na maior operação já realizada no país, a Lava Jato”, comentou Carlos Eduardo Gouvêa, presidente da CBDL e dirigente da principal instituição de combate à corrupção na área da saúde, o Instituto Ética Saúde (IES).

Ainda segundo Gouvêa, “como o setor de Saúde conseguirá sustentabilidade apenas se implementar medidas efetivas de compliance em toda a cadeia de valor, é fundamental aproveitarmos oportunidades como a deste Congresso para debater o tema com todos os atores presentes”.

Tags:

52º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, Deltan Dallagnol, Ética em Medicina Diagnóstica

Compartilhe: