O objetivo é aproximar academia e mundo corporativo, por meio de uma série de projetos de capacitação

A Roche Farma, líder global em biotecnologia, vai ampliar a sua contribuição para o ecossistema de inovação no Brasil com o lançamento do seu programa de aceleração de grupos de pesquisa brasileiros com foco em saúde, o ASTRo (Applied Science Trail Roche), que conta com parceria da FIA (Fundação Instituto de Administração). O objetivo é aproximar academia e mundo corporativo, por meio de uma série de projetos de capacitação que tornarão viável a comercialização das tecnologias desenvolvidas nos centros de pesquisas acadêmicas do País.

Segundo o presidente da farmacêutica no Brasil, Rolf Hoenger, “no campo da ciência, é necessário transpor as barreiras entre a pesquisa básica e a pesquisa aplicada, para que as inovações tecnológicas possam ser socialmente apropriadas”. A Roche pretende pavimentar esse caminho com o ASTRo, que vai selecionar até seis grupos de uma mesma instituição – que pode ser, por exemplo, uma universidade ou instituto de pesquisa, público ou privado – com projetos de pesquisa ou tecnologias em saúde, que tenham potencial de se converterem em produtos ou serviços para a sociedade.

Durante o processo de aceleração, a equipe elaborará o plano de comercialização da sua pesquisa ou tecnologia com o apoio de consultores. Após a identificação de mercados potenciais, o grupo de pesquisadores terá oportunidade de interagir com possíveis parceiros e validar a sua estratégia. O programa contempla ainda desenho de proposta de valor, definição de modelo de negócios; além de workshops, oficinas e mentorias que abordarão temas como mercado, demanda, valor para o cliente, modelo de negócio, difusão da inovação e ecossistema das tecnologias.

As inscrições para participar devem ser feitas aqui até o dia 2 de julho.

Tags:

ASTRo (Applied Science Trail Roche), Roche Farma

Compartilhe: