Diagnóstico diferencial é fundamental para um melhor manejo dos pacientes com Covid-19

A Roche possui amplo portfólio de marcadores e soluções laboratoriais e hospitalares com alto valor médico para aprimorar a gestão de pacientes críticos acometidos pela doença

Durante a pandemia, muito tem se falado sobre o importante papel dos testes para triagem e detecção do vírus SARS-CoV-2 e da necessidade de investir em marcadores de alta qualidade, sensibilidade e especificidade, para obter resultados seguros e confiáveis, ajudando na gestão e prevenção de  uma maior disseminação da doença. O papel dos laboratórios clínicos nesta pandemia, porém, vai além do diagnóstico isolado da Covid-19, principalmente se considerarmos pacientes que se enquadram nos grupos de risco, os quais uma vez acometidos pela doença, podem evoluir para um estado clínico crítico rapidamente.

Em julho, o IFCC – International Federation of Clinical Chemistry and Laboratory Medicine lançou um guia com a recomendação de testes¹ e as principais anormalidades associadas a Covid-19 em pacientes adultos. Para conferir um resumo da Roche baseado neste guia, com os respectivos valores de referência, clique aqui.

Reforçando seu compromisso com a saúde de pacientes do mundo todo, além de ter lançado um dos primeiros testes moleculares por PCR para o diagnóstico da Covid-19 e o teste sorológico Elecsys® Anti-SARS-CoV-2,  – que possui 99,5% de sensibilidade comprovada² na detecção de anticorpos totais maduros (IgM e IgG) contra a Covid-19 e uma especificidade de 99,8%², a Roche possui amplo portfólio de marcadores e soluções laboratoriais e hospitalares com alto valor médico para aprimorar a gestão de pacientes críticos acometidos pela doença. Entre esses biomarcadores estão a Troponina T, Procalcitonina, Interleucina (IL-6) e diversos outros. Ao todo, são mais de 150 testes disponíveis no Brasil, que também integram a lista de recomendados pelo IFCC.

Além disso, seguindo sua crença de que mais conhecimento gera mais saúde, a empresa tem investido em diversas ações de educação médica, utilizando sua expertise global e local, para prover mais conhecimento para os diferentes stakeholders da área da saúde. Ao todo já foram realizadas mais de 130 ações no Brasil, desde o início da pandemia.

Confira abaixo alguns destes parâmetros da Roche que podem apoiar na gestão de pacientes com a Covid-19:

cobas® Liat® Flu/RSV

Destinado ao uso como auxiliar no diagnóstico diferencial da gripe A e da gripe B em humanos. Pode ser utilizado no contexto da Covid-19 quando o paciente apresenta sintomas inespecíficos e sobrepostos (por exemplo, febre, tosse, falta de ar, mialgia) que costumam dificultar o diagnóstico da Covid-19 ou influenza. Para saber mais clique aqui.

Elecsys® BRAHMS PCT

O teste Elecsys® BRAHMS PCT pode ser usado para auxiliar na detecção precoce de infecções bacterianas clinicamente relevantes, suportando o monitoramento da gravidade da Covid-19, identificando pacientes com maior risco de desenvolver sepse.  Para saber mais clique aqui.

Elecsys® IL-6

Também pode ser usado para auxiliar no diagnóstico de pacientes críticos como indicador precoce de inflamação aguda. Os níveis de IL-6 foram associados à gravidade e progressão da Covid-19, desempenhando papel fundamental na tempestade de citocinas, uma complicação observada em um subgrupo de pacientes graves com Covid-19.  Para saber mais clique aqui.

Dímero D

As concentrações de D-Dímero são uma medida da atividade fibrinolítica da plasmina no sistema vascular. Em conjunto com outros exames, os resultados normais (<0,5 µg FEU / ml) excluem trombose venosa profunda (TVP) e embolia pulmonar (PE) com alta sensibilidade, ajudando médicos a identificar pacientes com um prognóstico ruim em um estágio inicial.  A Roche possui soluções point-of care e para o laboratório central que realizam este teste. Para saber mais clique aqui.

Troponina de alta sensibilidade

Como em outras pneumonias virais, o Covid-19 pode resultar em inflamação sistêmica grave e na SDRA (Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo), e ambas as condições têm efeitos profundos no coração. Como marcador quantitativo da lesão de cardiomiócitos, as concentrações de cTnT-hs em pacientes com Covid-19 devem ser vistas como a combinação da presença / extensão da doença cardíaca preexistente e da lesão aguda relacionada à Covid-19. Para saber mais clique aqui.

Para saber mais sobre esses e outros parâmetros da empresa, entre em contato com um representante Roche.

Todos os reagentes e instrumentos comercializados no Brasil estão devidamente registrados. Para obter a relação dos números de registro, ligue para 0800 77 20 295.

Referências:

1. IFCC Information Guide on Covid-19 available at:https://www.ifcc.org/ifcc-news/2020-03-26-ifcc-information-guide-on-covid-19/.

2. Instruções de Uso Elecsys® Anti-SARS-CoV-2, v. 3.0.

Tags:

covid-19, marcadores, Roche

Compartilhe: