O IV Simpósio Internacional de Imunobiológicos acontece de 7 a 9 de maio

A imunoterapia tem sido relatada como o principal avanço científico e clínico no enfrentamento ao câncer: estimular o sistema imunológico para que ele combata as células tumorais por si próprio oferece novas perspectivas de tratamento para pacientes que até antes poderiam ser considerados incuráveis, além de melhorar a qualidade de vida dos mesmos – os efeitos sobre o organismo em regra são menores que os da quimioterapia.

Para que esta estratégia terapêutica seja utilizada, é fundamental o desenvolvimento da chamada oncologia de precisão – estudo da composição genética de uma pessoa e da biologia do tumor que permita identificar estratégias de prevenção e rastreamento das células cancerígenas.

Para apresentar os possíveis futuros desse campo do conhecimento, o IV Simpósio Internacional de Imunobiológicos terá como evento inaugural a palestra How does precision oncology look in the future and what will be the role of immunotherapy.

Sob a coordenação do vice-presidente de Pesquisa e Coleções Biológicas da Fiocruz, Rodrigo Corrêa, o evento contará com palestra de Dirk Jaeger, diretor geral do Centro Nacional de Doenças Tumorais Heidelberg (Centro de Pesquisa em Câncer da Alemanha).

O evento acontecerá de 7 a 9 de maio, no Museu do Amanhã. Confira a programação completa e inscreva-se para participar do evento.

Tags:

câncer, imunoterapia, IV Simpósio Internacional de Imunobiológicos, oncologia de precisão

Compartilhe: