Teste Oncofoco, perfil genético tumoral que utiliza computação cognitiva, traz opções de tratamentos para escolha da conduta clínica mais precisa para auxiliar médicos e beneficiar pacientes com câncer

O teste é apresentado em duas versões: o Oncofoco Ampliado, capaz de avaliar as alterações existentes em 366 genes, e o Oncofoco, que avalia 72 genes

O Fleury Medicina e Saúde lança um exame de sequenciamento de DNA que usa computação cognitiva para auxiliar os médicos a identificar medicamentos e ensaios clínicos relevantes, com base em alterações genômicas de um indivíduo e dados extraídos da literatura médica. Trata-se do Oncofoco, que provê informações por meio de inteligência artificial para auxiliar a tomada de decisão médica na assistência personalizada dos pacientes com casos de câncer complexos. O Fleury Medicina e Saúde é o primeiro parceiro da unidade IBM Watson Health na América Latina, por meio de acordo firmado em outubro de 2016, para uso da solução Watson for Genomics no Brasil.

Em pouco mais de um ano, o teste foi desenvolvido e submetido a um abrangente processo de validação. Os estudos envolveram amostras tumorais de pacientes submetidos à biopsia ou incisão cirúrgica, cujos materiais foram processados internamente pelo Fleury, em um painel de sequenciamento de próxima geração (Next Generation Sequencing – NGS, na sigla em inglês), e submetidas a análises simultâneas em dois laboratórios internacionais de referência. O objetivo foi gerar uma base para efeito comparativo e, assim, garantir a acurácia no diagnóstico do primeiro teste a ser realizado no Brasil com o uso de inteligência artificial.

O teste é apresentado em duas versões: o Oncofoco Ampliado, capaz de avaliar as alterações existentes em 366 genes, e o Oncofoco, que avalia 72 genes. O exame é direcionado a pacientes oncológicos que, em geral, já estão em fase metastática, não respondem ao tratamento padrão e necessitam de uma alternativa terapêutica.

A partir das alterações tumorais encontradas nestes genes é utilizada a ferramenta de bioinformática, desenvolvida totalmente pelo Fleury, e que traz combinações de algoritmos para garantir que sejam identificadas as variações genéticas associadas à patologia manifestada.

O algoritmo traz um grupo de variações que atendem aos parâmetros mínimos de qualidade estabelecidos, para depois serem submetidas à tecnologia de computação cognitiva. A ferramenta é capaz de gerar, em poucos segundos, um relatório com dados de ensaios clínicos presentes na literatura médica mundial e uma lista de medicamentos ou tratamentos que podem responder às alterações genômicas encontradas na amostra tumoral em questão. A solução de inteligência artificial utiliza pesquisas, estudos clínicos e artigos científicos ao fornecer para os oncologistas um conhecimento combinado das instituições de câncer mais importantes mundialmente.

Conhecimento médico

O passo seguinte é a interpretação e discussão dos resultados obtidos no relatório pelo board de assessores médicos patologistas moleculares, geneticistas e equipes técnico-científicas do Fleury Medicina e Saúde a fim de elaborarem o laudo a ser entregue ao médico e paciente, de forma contextualizada à realidade brasileira. Ou seja, o laudo do exame traz as informações relevantes em destaque para que possam auxiliar o oncologista na conduta do caso e indica se as alternativas terapêuticas e estudos clínicos em andamento no mundo existem também no Brasil.

“Um dos principais pilares estratégicos do Fleury no caminho da diferenciação é o desenvolvimento da medicina personalizada, incorporando aceleradamente competências da área genômica. Ao unir nossa expertise em sequenciamento genético, bioinformática e assessoria médica de excelência com a velocidade de geração e análise de dados de computação cognitiva do Watson for Genomics da IBM, avançamos ainda mais na medicina diagnóstica de precisão para casos de câncer complexos”, afirma Edgar Gil Rizzatti, diretor executivo Médico, Técnico e Processos do Grupo Fleury.

O especialista explica que colocar em rotina o primeiro exame que utiliza inteligência artificial para a entrega de um laudo personalizado visa auxiliar médicos na escolha da conduta clínica mais precisa a partir de opções de tratamentos que irá beneficiar pacientes com câncer. “Cabe ao médico avaliar a condição da saúde de seu paciente e escolher a terapêutica ou avaliar a elegibilidade dele para participar de um dos estudos clínicos apresentados”, completa.

O prazo para a entrega do laudo customizado é de até 15 dias. O custo é de R$ 5.200,00 mil para o Oncofoco e R$ 8 mil para o Oncofoco Ampliado.

O Oncofoco está disponível dentro da plataforma Fleury Genômica – canal que possibilita compras online de exames genéticos, além de assessoria médica personalizada para a investigação de diagnósticos mais complexos. Outros exames presentes na plataforma são: Oncotype DX®, teste voltado para a estratificação de risco e definição do tratamento para câncer de mama, cólon e próstata; TOT (Teste de Origem Tumoral), capaz de caracterizar e classificar casos de tumores metastáticos de origem desconhecida; Painéis Genéticos para Tumores Hereditários, testes que identificam mutações genéticas associadas a síndromes de predisposição ao câncer; Painéis Genéticos para condições Neurológicas; Painéis Genéticos em Cardiologia; teste pré-natal não invasivo (NIPT), que determina o risco de alterações genéticas, como a Síndrome de Down no feto a partir de 10 semanas de gestação, entre outros.

Tags:

Fleury Medicina e Saúde, inteligência artificial, Oncofoco, sequenciamento de DNA, Watson for Genomics no Brasil

Compartilhe: