Foram arrecadados R$ 4,350 milhões para auxiliar o sistema público de saúde brasileiro com soluções, serviços, fornecimento de equipamentos, EPIs e suprimentos hospitalares

O valor será doado ao Ministério da Saúde e a Fiotec, além de hospitais filantrópicos localizados nas Regiões Norte e Sudeste do Brasil

Com o objetivo de contribuir com medidas efetivas de combate ao novo coronavírus, as empresas Siemens (Infraestrutura e Indústria), Siemens Energy, Siemens Mobility e Siemens Healthineers situadas no Brasil, uniram forças com a Fundação Siemens para viabilizar a doação de R$4,350 milhões em serviços, soluções, equipamentos e parcerias que visam suportar o sistema de saúde público brasileiro.

As doações foram destinadas para o Ministério da Saúde e a Fiotec, uma organização da FioCruz baseada no Rio de Janeiro, além de hospitais filantrópicos localizados nas Regiões Norte e Sudeste do Brasil, beneficiando cerca de 1.5 milhões pessoas.

Ao Ministério da Saúde, foram doados serviços de instalação, treinamentos e garantia para 30 tomógrafos, juntamente com quadros de força para os equipamentos de diagnóstico por imagem.

Outra contribuição das empresas é voltada à doação de produtos de seu portfólio, como equipamentos de baixa voltagem e automação para as instalações da Fiotec.

Por meio da Fundação Siemens, as organizações do grupo também contribuíram para o projeto “Salvando Vidas”, idealizado pelo BNDES em parceria com a SITAWI, uma ONG especializada na gestão de fundos filantrópicos.

O valor arrecadado foi utilizado para a compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e suprimentos como aventais, luvas, álcool gel, máscaras e toucas para 19 hospitais localizados em cidades da região Norte do Brasil, em Campos de Goytacazes e São João da Barra, ambas no Rio de Janeiro, e em Jundiaí, interior de São Paulo.

Uma parte do valor total recebido pelo BNDES foi doado pelos próprios colaboradores das empresas do grupo, por meio da campanha de financiamento coletivo “Juntos Contra o Coronavírus”, realizada com o objetivo de dar a essas pessoas chance de fazer parte dessa ação colaborativa. A iniciativa, que contou com um aporte inicial da Fundação Siemens, assim como o projeto Salvando Vidas, se utilizou do conceito de matchmaking, no qual a cada R$ 1 doado, a organização doou mais R$ 1.

“A própria definição do posicionamento da Siemens Energy nos compele a ir além e ajudar. É muito gratificante ver que a capacidade que nossos times têm de se organizar em torno de ações que dialoguem com a sociedade extrapolam o âmbito dos negócios, gerando um impacto social efetivo quando o País mais precisa”, afirma André Clark, presidente do Conselho Curador da Fundação Siemens e General Manager da Siemens Energy Brasil.”

Força-tarefa em prol da sociedade

Em linha com o propósito das empresas do grupo Siemens de gerar valor e contribuir efetivamente com a sociedade, diversas iniciativas também foram conduzidas internamente para fazer a diferença na luta contra o vírus.

Os colaboradores da localidade de Jundiaí produziram cerca de 800 protetores faciais, que foram doados para a prefeitura da cidade. Além disso, o time técnico da área de Tecnologia Predial disponibilizou suporte aos hospitais, hotéis e outros tipos de edificação de clientes e parceiros que tiveram que realizar adaptações para receber pessoas com diagnóstico confirmado para a Covid-19.

Paralelamente, por meio de um comitê multidisciplinar dividido em nove pilares de atuação, estão sendo coordenadas diversas iniciativas junto aos colaboradores para proteger a saúde das pessoas afetadas pela pandemia. Desde a sua criação, cerca de 3.000 horas foram doadas.

Tags:

doação, empresas Siemens, Fundação Siemens, novo coronavírus

Compartilhe: