Teste Anti-MOG permite identificar doenças como esclerose múltipla e ajuda na decisão sobre medidas terapêuticas

O kit possui sensibilidade de 95% e especificidade de 84% que, respectivamente, indicam a capacidade de diagnóstico positivo ou negativo

A Euroimmun Brasil, empresa alemã referência em soluções para diagnóstico, acaba de registrar um novo produto na Anvisa, o FA 1156-50 Anti-MOG. O novo teste – inédito no Brasil – fornece a determinação de autoanticorpos contra a MOG (glicoproteína de oligodendrócito de mielina), expressa no sistema nervoso central, para o diagnóstico assertivo de doenças neurológicas desmielinizantes, como Esclerose Múltipla e Neuromielite Óptica.

O novo kit da Euroimmun possui sensibilidade de 95% e especificidade de 84% que, respectivamente, indicam a capacidade de diagnóstico positivo (doença manifesta) ou negativo (ausência da doença). Por meio dele, é possível detectar doenças desmielinizantes do sistema nervoso central, que ocorrem principalmente no cérebro e na medula espinhal. Essas doenças são caracterizadas pela destruição progressiva da bainha de mielina do neurônio. A falta de mielina prejudica a transmissão neuronal, levando a desordens motora, visual e sensorial.

As principais doenças desmielinizantes são de causa inflamatória, destacando-se a Esclerose Múltipla, a Neuromielite óptica (NMO) e doenças do espectro NMO (NMOSD). Estas doenças neuroinflamatórias raras diferem tipicamente na idade de início, evolução clínica, gravidade da doença, características neurorradiológicas e/ou patológicas e alterações no líquido cefalorraquidiano (LCR).

“Acreditamos que a aprovação da Anvisa para a distribuição do Anti-MOG nos laboratórios é mais um passo para que pessoas que eventualmente sejam diagnosticadas com a doença possam ter melhor qualidade de vida. A diferenciação precoce da desmielinização ajuda a decidir sobre medidas terapêuticas e tem um valor preditivo significativo. Por isso, é importante que o paciente converse com seu médico para entender mais sobre a doença e a importância do correto diagnóstico”, reforça Gustavo Janaudis, diretor executivo da Euroimmun Brasil.

Os principais sintomas das doenças desmielinizantes incluem: perda da visão, fraqueza muscular, rigidez muscular, espasmos, perda de coordenação, perda de sensibilidade, dor, alteração da função urinária e intestinal.

A maioria do pacientes com neuromielite óptica apresenta anticorpos contra aquaporina-4 (AQP-4). Já os anticorpos contra MOG ocorrem em aproximadamente 20% dos pacientes Aquaporina-4 negativos. “Pacientes eventualmente diagnosticados como negativos em AQP-4 têm consideráveis chances de serem positivos em MOG. Com este novo teste, os médicos ganham ainda mais subsídios para definir o tratamento”, observa Janaudis.

Tags:

autoanticorpos contra a glicoproteína de oligodendrócito de mielina, doenças neurológicas desmielinizantes, FA 1156-50 Anti-MOG

Compartilhe: