A OMS estima que uma a cada 25 pessoas no mundo tenha algum tipo de infecção sexualmente transmissível (IST). A falta de diagnóstico e tratamento de IST oferece riscos tanto aos pacientes quanto aos parceiros, podendo causar infertilidade, prematuridade, aborto etc. O tratamento dessas consequências representa também um alto gasto para saúde pública.

Para debater o assunto, a Mobius Life Science, empresa brasileira de tecnologia para diagnóstico molecular, realiza o webinar “Importância e evolução do diagnóstico molecular multiplex para o tratamento precoce das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST)”, que acontece no dia 10 de setembro, às 19h30.

A convidada é a Dra. Natália Gonçalves, bióloga com doutorado em genética pela USP e Universidade da Carolina do Norte, PhD em genética pela USP, membro da Sociedade Brasileira de Genética e diretora do Departamento de Genética e Biologia Molecular do Laboratório RDO e consultora genética para reprodução humana.

Ela vai demonstrar como o diagnóstico molecular auxilia no tratamento precoce das infecções sexualmente transmissíveis.

Quando é solicitado o diagnóstico molecular?

Durante a consulta, o especialista pode solicitar o teste molecular para diagnosticar de maneira rápida e precisa diversos tipos de infecção. A grande inovação desse método é que o laboratório realiza o teste para detecção de diversos patógenos de maneira simultânea, e com uma única amostra coletada do paciente.

Isso é muito importante porque algumas IST não apresentam sintomas e mesmo assim podem ser transmitidas e representam um importante risco à saúde.

Clique aqui para realizar sua inscrição para o webinar.

Tags:

infecção sexualmente transmissível, Mobius Life Science, teste molecular, webinar

Compartilhe: