Força-tarefa envolve dois pilares de atuação: doação de serviços e infraestrutura para processamento dos exames e realização de coleta e logística a preço de custo, para incrementar a capacidade de diagnóstico do coronavírus

O acordo está em fase final de especificação técnica, operacional e contratual e os detalhes serão anunciados na próxima semana

O desafio de diagnosticar a Covid-19 levou a Dasa – líder em medicina diagnóstica no Brasil e maior empresa do setor na AL -, e o Ministério da Saúde a realizarem uma grande mobilização em caráter emergencial para criar um laboratório especializado para o diagnóstico da doença e ampliar a capacidade de coleta no Brasil.

A Dasa vai disponibilizar, de forma gratuita, profissionais e infraestrutura para o processamento dos exames em equipamentos e insumos cedidos pelo MS; além de realizar a operação de coleta a preço de custo, em conjunto com unidades do SUS e outros parceiros futuros.

O acordo está em fase final de especificação técnica, operacional e contratual e os detalhes serão anunciados na próxima semana.

A Dasa conta com um time de mais de 20 mil colaboradores e 2 mil médicos, renomados no Brasil e no exterior, que atuam em uma rede robusta e capilarizada de cuidados com a saúde em todo o país. Por meio de suas mais de 40 redes de laboratórios distribuídas em cerca de 800 unidades – como Delboni Auriemo e Salomão Zoppi (SP), Sérgio Franco e CDPI, (RJ), Laboratório Exame (DF), entre outros –, a Dasa realiza mais de 250 milhões de exames por ano.

Tags:

covid-19, Dasa, Ministério da Saúde

Compartilhe: