A parceria visa promover ampla troca de experiências e de inovações em tecnologias diagnósticas para a melhoria do setor. A Dasa é a única empresa da América Latina a participar da aliança global

Coletivamente, essa comunidade mundial de líderes de assistência médica está presente em países com mais da metade da população mundial em todos os continentes

A Dasa, líder brasileira em medicina diagnóstica e maior empresa da América Latina, anunciou – como parte de seu compromisso de promover conexões inteligentes para a saúde – a parceria com a recém-formada GDN (Global Diagnostics Network, ou Rede Global de Diagnósticos, em português), criada pela Quest Diagnostics. O grupo de trabalho é formado por outros quatro grupos de referência no mundo e tem como objetivo ampliar o acesso global à ciência, informação, produtos e serviços em Medicina Diagnóstica.

Coletivamente, essa comunidade mundial de líderes de assistência médica está presente em países com mais da metade da população mundial em todos os continentes. Além da Quest e da Dasa, os membros fundadores da GDN são Laboratórios Médicos Al Borg, Laboratórios GC [Green Cross], KingMed Diagnostics, Primary Healthcare e Synlab.

“Somos um parceiro estratégico da GDN, pois investimos fortemente em tecnologia e inovação e processamos um número significativo de exames por ano, em torno de 250 milhões, além de expertise regional e ampla capilaridade”, afirma Pedro de Godoy Bueno, CEO da Dasa.

As iniciativas da GDN beneficiarão pacientes, médicos e profissionais de saúde, a indústria farmacêutica, agências governamentais, organizações não governamentais (ONGs) e instituições acadêmicas. Os programas prioritários incluem a criação de uma rede global de atuação em doenças infecciosas emergentes; a implantação de uma coordenação global para programas de companion diagnostics (que promove a interface da indústria farmacêutica com os exames de medicina personalizada) e, a colaboração em Patologia Digital, com formação de banco de dados global. Iniciativas adicionais serão lançadas com base nas prioridades regionais e globais.

No Brasil, a Dasa estará especialmente focada na colaboração para o desenvolvimento de técnicas e de métodos de diagnósticos para doenças emergentes, acelerando o tempo de resposta global frente à novas epidemias infecciosas. Outros projetos já endereçados incluem transferências de tecnologias de diagnóstico e ampliação do portfólio de exames. “Com a parceria teremos acesso a novos testes de forma pioneira no país e a novas tecnologias para aumentar nossos processos de inovação, segurança e qualidade, com ganhos diretos para o paciente. Focaremos em pioneirismo e transferência de tecnologias. É uma oportunidade para manter nossos produtos e processos alinhados com a excelência mais atual do mundo”, enfatiza Emerson Gasparetto, vice-presidente médico da Dasa.

De acordo com o vice-presidente da GDN, a rede ajudará a solucionar alguns dos desafios mais urgentes da área de saúde do mundo, permitindo acesso rápido e consistente às principais tecnologias de diagnóstico e melhores práticas. “Trata-se de uma abordagem pragmática para impulsionar o crescimento e a excelência de todos os membros da rede, ao mesmo tempo em que fornecemos aos clientes acesso global a inovações em ciência de diagnóstico, informações e prestação de serviços”, comentou Carrie Eglinton Manner, vice-presidente sênior de Diagnósticos Avançados da Quest.

Gustavo Campana, diretor médico de análises clínicas da Dasa, explicou que o edifício da marca SalomãoZoppi vai comportar o Núcleo de Alta Complexidade, em consequência aos investimentos que serão feitos em virtude da transferência de tecnologias. “Utilizando espectrometria de massas, para citar um exemplo, prevemos testes inovadores para diagnóstico de Alzheimer e dosagem de somatomedina”. Também resultado dessa sinergia Campana cita que a Dasa passará a fazer testes imunológicos para neurologia na Quest, que é líder mundial em serviços e informações em Medicina Diagnóstica.

Para mais informações sobre a GDN, clique aqui.

Tags:

Dasa, Global Diagnostics Network, Quest Diagnostics

Compartilhe: