Para proteger a população durante o período de propagação do novo coronavírus, medidas de isolamento são necessárias, muitas vezes afastando dos locais de análises profissionais mais experientes ou estratégicos às decisões analíticas. Para evitar erros na fase analítica do laboratório e custos nas repetições, o controle de qualidade é essencial nesse cenário

O controle de qualidade é um aliado quando se requerem dados confiáveis para decisões rápidas e precisas.

Na saúde humana, erros nas análises laboratoriais podem privar de um tratamento adequado os pacientes com enfermidades não detectadas. Em contrapartida, pacientes diagnosticados com falsos-positivos poderão fazer uso de recursos preciosos do atualmente sobrecarregado sistema da saúde.

Nesse período de pandemia, bancos de sangue já estão acometidos com escassez de bolsas e necessitam, simultaneamente às urgências, liberar com precisão a adequação do material coletado em prol da segurança do paciente.

Laboratórios veterinários devem fornecer laudos confiáveis aos profissionais que estão em campo cuidando das espécies que demandam atenção.

No segmento de ensaios, as indústrias farmacêuticas tão essenciais ao suprimento de medicamentos, necessitam aplicar diversos testes para aprovação de insumos do início ao fim dos processos de produção. Com mesmo destaque às indústrias alimentícias e demais setores que abastecem a população.

Análises físico-químicas e microbiológicas precisas evitam interferências nos processos, custos de repetições e colaboram com a saúde da população.

Diante da relevância indiscutível dos laudos precisos, muitos gestores estão sendo desafiados em período de adequação das equipes e cuidado com as pessoas. Proteger a reputação do laboratório e não permitir que a qualidade dos laudos seja impactada com as constantes mudanças e pressões emocionais que afetam todos, tem sido incluído nos riscos ponderados ao distanciamento.

Por isso, os laboratórios precisam intensificar o uso e a análise do controle de qualidade. Ações de prevenção proporcionadas pelas ferramentas da qualidade são mais eficientes do que as ações de correções, pois evitam desperdícios de insumos, gastos com repetições e retrabalho, otimizam a mão de obra humana disponível e tornam as análises mais produtivas e confiáveis.

O controle de qualidade é fundamental em períodos de incertezas e complexidades. Ele colabora para a credibilidade e sustentabilidade do laboratório durante e após o momento de escassez de recursos. Atua como um aliado aos profissionais que requerem dados confiáveis para assegurar as suas decisões em momentos de ações rápidas e precisas.

Novas alianças estão propensas a surgir durante e após o cenário de pandemia. Entre os critérios para a seleção de um associado de análises, avalia-se principalmente a capacidade do parceiro prover informações incontestáveis e que contribuam para o êxito do contratante. Nesse contexto, o histórico de desempenho do laboratório durante esse período será fundamental para promover a sua instituição.

Tags:

análises laboratoriais, controle de qualidade, laudos precisos, pandemia

Compartilhe: