O equipamento foi instalado em dezembro de 2017 e funciona em sua capacidade máxima, realizando 400 testes de HbA1c por hora

De acordo com levantamento feito pela Secretaria Municipal da Saúde, a chegada do cobas c 513 da Roche Diagnóstica no Laboratório Municipal da Região Sudeste de São Paulo (SP) aumentou em 10 vezes a produtividade de realização de testes para analisar o nível de glicose no sangue. O equipamento foi instalado no começo de dezembro de 2017 e funciona em sua capacidade máxima, realizando 400 testes de hemoglobina glicada (HbA1c) por hora. Anteriormente, o Laboratório analisava aproximadamente 40 amostras no mesmo período.

A Prefeitura de São Paulo também comprou outros três aparelhos disponíveis nas unidades de laboratórios de rotina das regiões do centro-oeste, leste e sul da cidade. “A média mensal dos testes nos quatro laboratórios é de 36 mil análises”, afirma a coordenadora da Assistência Laboratorial da Secretaria Municipal da Saúde, Glória Maria Ferreira. “O número será ainda maior porque os outros três laboratórios não atingiram sua capacidade máxima”. Segundo o Ministério da Saúde, a cidade é a terceira capital do Brasil com maior prevalência de diagnósticos de diabetes, com 10 diabéticos a cada 100 mil habitantes.

O cobas c 513 foi lançado no Brasil em 2017. A farmacêutica Izildinha Guirlle, que trabalha no Laboratório Municipal da Região Sudeste e atua diretamente com o equipamento no dia a dia, explica as melhorias em relação ao cobas c 513: “É muito mais rápido. Chegamos a examinar 1.600 amostras em um dia e não há necessidade de destampar a amostra para a análise”.

Para continuar lendo esta e outras notícias da revista Roche News, clique na imagem abaixo:

Tags:

cobas c 513, Hemoglobina Glicada, nível de glicose no sangue, Roche Diagnóstica

Compartilhe: