A ferramenta recebe denúncias sobre práticas corruptas no combate ao novo coronavírus

A Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial (CBDL), em conjunto com o Instituto Ética Saúde (IES), estão apoiando a iniciativa do Instituto Não Aceito Corrupção (INAC) em uma nova ferramenta de denúncias relativas à pandemia de Covid-19.

O “Corruptovírus”, como foi batizada a plataforma, está hospedada no site do INAC. A ferramenta recebe denúncias sobre práticas corruptas no combate ao novo coronavírus.

“A ideia do Corruptovírus é empoderar as pessoas que, nesse momento de isolamento social, se sentem incapazes de agir quando veem desvios, crimes contra a saúde ou patrimônio público”, comentou o responsável pelo projeto e presidente do INAC, Roberto Livianu, que é procurador de justiça no Estado de São Paulo.

As denúncias apresentadas no Corruptovírus serão enviadas para o Ministério Público para a abertura de inquérito civil ou policial.

O presidente executivo da CBDL, Carlos Eduardo Gouvêa, sublinhou a importância de iniciativas como esta para coibir práticas nefastas que se aproveitam de um momento delicado como o mundo está atravessando. “Trata-se de uma iniciativa acessível à população brasileira com a proposta de ajudar a mitigar condutas nocivas à saúde pública do Brasil. Sempre terá o nosso apoio, ainda mais por funcionar de modo complementar ao Canal de Denúncias do Instituto Ética Saúde”, declarou Gouvêa.

Tags:

“Corruptovírus”, Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial, Instituto Não Aceito Corrupção

Compartilhe: