A água purificada é uma matéria-prima para qualquer análise e/ou pesquisa nas diversas rotinas laboratoriais

Cada vez mais os laboratórios têm aperfeiçoado seus processos e gerado resultados mais rápidos. Turnos extras e trabalhos 24/7 têm tornado os laboratórios megaprodutivos. Com as gestões administrativas profissionalizadas, o grau de exigências deste segmento aumenta consideravelmente em qualidade, serviço, otimização e preço.

Nesse cenário, a água purificada é uma matéria-prima para qualquer análise e/ou pesquisa nas diversas rotinas laboratoriais. As acreditações, a alta tecnologia dos equipamentos e o alto custo dos reagentes exigem um excelente padrão de água para que os resultados sejam confiáveis e reprodutivos. Seja numa lavagem final de vidrarias ou mesmo numa diluição de um reagente, a água pura ou ultrapura passou a ser o elemento fundamental da tão exigida cadeia produtiva para atender as normas dos laboratórios.

Apesar da maior parte do mercado diagnóstico estar centralizado nas mãos de grandes grupos, há muitos laboratórios de pequeno e médio portes que ainda utilizam equipamentos e técnicas antigas. Assim, essas empresas deverão em curto prazo atualizar-se para atender as exigências atuais e continuar atuando no mercado.

Não podemos esquecer de destacar a origem do processo: os laboratórios de pesquisa. Praticamente desenvolvidas dentro das universidades (algumas vezes com incentivo privado, porém muitas vezes com incentivo público), as pesquisas para determinadas doenças e as curas levam anos e envolvem muito investimento.

Avanços das técnicas, como a biologia molecular que explora a estrutura e a função do material genético e utiliza alíquotas em µl (microlitros) e também dos espectrômetros de massas de alta resolução que fazem analises de traços em ppt (parte por trilhão), não permitem a utilização de qualquer de água e sim água ultrapura. Quanto mais crítico e específico o experimento, maiores devem ser os cuidados e as exigências com a água ultrapura. Caso contrário há o risco do experimento ser totalmente improdutivo, gerar retrabalhos e tornar os testes cada vez mais caros.

Tags:

água purificada, laboratórios, reagente

Compartilhe: