O tipo de água e como ela é produzida e armazenada fazem a diferença na sua análise

Arium® Mini – com exclusiva tecnologia bagtank. Foto: Sartorius AG

A água é um solvente muito presente em nossas vidas e suas aplicações em laboratório são muitas, no preparo de amostras para análises, como eluente em instrumentos analíticos HPLC e ICP, preparo de soluções e reagentes, ELISA, para lavagem de vidrarias, analises de biologia molecular entre outras – ela é a base para qualquer análise bem-sucedida. No entanto, a instrumentação analítica está se tornando cada vez mais sensível e portanto, mais suscetível a interferências. A qualidade com pureza elevada da água é determinante para assegurar a reprodutibilidade dos resultados e para evitar o consumo de tempo com a repetição de análises.

Essa água ultrapura, necessária para as aplicações de laboratório pode ser comprada de vários fabricantes ou produzida diretamente no local para uso sob demanda, empregando um sistema de purificação de água, o que facilita muito a rotina do laboratório sem contar a certeza de contar que o equipamento atende as suas expectativas e necessidades de produção, uso e o tipo de água demandado.

Os purificadores de água de laboratório produzem água ultrapura a partir de água potável oriunda da rede pública de abastecimento ou pré-tratada, removendo os contaminantes que ainda estão presentes na água potável. A produção de água ultrapura requer recirculação contínua e uma taxa de fluxo de água constante, o que é alcançado usando um sistema de bomba embutido com pressão controlada. A condutividade da água é medida na entrada de água de alimentação e diretamente no ponto de saída de água produzida.

As vantagens em ter um purificador de água em seu laboratório são muitas como não ter mais a necessidade de comparar água pura de um fornecedor, produzir apenas a quantidade que você precisa em suas análises diárias e ainda a facilidade de armazenar a água dentro do seu laboratório. Porém, a armazenagem é muitas vezes realizadas em tanques, que podem ocupar uma grande área do seu laboratório além de serem responsáveis por uma tarefa penosa de limpeza minuciosa desses tanques, que tomam tempo e recursos financeiros, já que são necessários sanitizantes para garantir a não presença de biofilme nos tanques. Caso essa limpeza não seja feita de forma adequada, a carga biológica contida na água prejudica a qualidade de suas análises.

Para os laboratórios que não tem uma necessidade de volume de água ultrapura muito grande, não possuem um laboratório com muito espaço disponível e precisam de um purificador de água, a Sartorius desenvolveu o Arium® Mini, um equipamento compacto e bastante versátil para as aplicações de laboratório que necessitam de água Tipo I ou III, podendo o mesmo equipamento produzir esses dois Tipos de água, além de contar com uma alternativa aos tanques convencionais que requerem limpeza periódica demorada – a tecnologia exclusiva bagtank, que armazena a água produzida em uma bolsa que protege a água de contaminação e é facilmente substituível, em menos de 5 minutos você já pode reiniciar seu trabalho.

Para saber mais, clique aqui.

Mais informações:
Sartorius do Brasil
Tel.: (11) 4362-8900
E-mail: [email protected]

Tags:

água ultrapura, arium® mini, purificador de água, Sartorius

Compartilhe: