Sepse é um conjunto de manifestações produzidas pelo organismo quando se depara com uma infecção. Na tentativa de responder ao agente infeccioso, o sistema imunológico acaba afetando diferentes órgãos, o que pode levá-los à falência.

O dia 13 de setembro foi escolhido como uma data de conscientização e educação sobre o tema. Apesar de ser um quadro muito perigoso, poucas são as pessoas que conhecem o que é sepse.

A sepse é responsável por 25% da ocupação de leitos em UTI’s no Brasil. É a principal causa de morte nas UTI’s e uma das principais causas de mortalidade hospitalar tardia, superando o infarto do miocárdio e o câncer. Tem alta mortalidade no país, chegando a 65% dos casos, enquanto a média mundial está em torno de 30-40%.1

A melhor maneira de enfrentar a sepse é reconhecê-la e tratá-la rapidamente. De acordo com o Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS), 11.941 pacientes foram diagnosticados com sepse no período de 2017 dentro das 60 instituições cadastradas no banco de dados do Instituto2.

A Procalcitonina (PCT) é um biomarcador de sepse. A curta meia-vida (25-30 horas no plasma) da PCT, associada à especificidade para infecções bacterianas, dá uma clara vantagem sobre os outros biomarcadores inflamatórios, como PCR, WBC e IL-6. Várias diretrizes internacionais (europeia, americana, alemã) já aderiram a PCT como ferramenta para diagnóstico e tratamento.

A linha F-Line da ECO Diagnóstica utiliza o sistema de imunoensaio fluorescente de última geração a base de Európio. O Európio proporciona resultados mais precisos, uma vez que os comprimentos de onda de luz emitidos e absorvidos não se sobrepõem, se comparado aos complexos fluorescentes comuns que não utilizam európio, e trazem resultados propensos a erros devido à sobreposição destes comprimentos de onda.

O kit ECO F PCT realiza a medição quantitativa de PCT para diagnosticar sepse e infecção bacteriana utilizando apenas 100ul de amostra de sangue total, soro, plasma e liberando o resultado em 15 minutos.  A faixa de medição é de 0.05-50ng/mL. O Kit foi validado com analisadores de referência (ECL e FIA) e apresentou excelentes resultados de correlação comprovando a adequação do teste para o ensaio de PCT.

Para mais informações: (31) 3653-2025 / [email protected].

Referências:

1- http://www.ilas.org.br/o-que-e-sepse.php

2- http://www.ilas.org.br/assets/arquivos/relatorio-nacional/relatorio-nacional-final.pdf

Tags:

agente infeccioso, ECO Diagnóstica, Európio, imunoensaio fluorescente, kit ECO F PCT, Procalcitonina, sepse

Compartilhe: