hpv_fdp

O teste identifica duas proteínas, a p16 e o Ki67, que fazem parte do ciclo celular normal e se alteram diante da ação do HPV

Referência em saúde da mulher, o SalomãoZoppi Diagnósticos lança o teste p16-Ki67 durante o SOGESP 2017. O exame detecta se o HPV (papilomavírus humano) presente no organismo está adormecido ou ativo, o que pode transformar células saudáveis em precursoras do câncer do colo do útero. Presente na 22ª edição do Congresso Paulista de Obstetrícia e Ginecologia, o SalomãoZoppi ainda apresentará temas inovadores em palestras e painéis durante o evento, que acontece de 24 a 26 de agosto, no Transamérica Expo Center, na cidade de São Paulo.

De acordo com dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva), o câncer do colo do útero, também conhecido como câncer cervical, é o terceiro mais frequente na população feminina e o quarto em mortalidade no Brasil. Sua principal causa é a infecção por HPV que pode evoluir para lesões neoplásicas. Atualmente as lesões desencadeadas pelo HPV são detectadas por meio do Papanicolaou, vulvoscopia e colposcopia. Para as pacientes com teste de DNA HPV positivo, não se sabe se o vírus está adormecido ou atuando na transformação celular. Neste contexto, o exame p16-Ki67 é o mais indicado porque pode reconhecer a ação do HPV em tornar as células cancerígenas.

“O teste p16-Ki67 identifica duas proteínas, a p16 e o Ki67, que fazem parte do ciclo celular normal e se alteram diante da ação do HPV. Quando as duas pesquisas são combinadas, o resultado revela se, no indivíduo portador de HPV, o vírus já se instalou em suas células e está ocasionando sua transformação. Com isso, é possível sugerir com elevada confiabilidade se a paciente possui maior risco de desenvolver o tumor”, explica a Dra. Adriana Bittencourt Campaner, Gerente Médica do Centro de Estudos e Pesquisas do SalomãoZoppi Diagnósticos. “Cerca de 80% das mulheres tem HPV, mas isso não significa que todas desenvolverão o câncer. Por esta razão, foi desenvolvido esse exame no SalomãoZoppi Diagnósticos para monitorar a possível transformação celular das pacientes com resultado positivo para o DNA do HPV. O teste é um dos mais inovadores no rastreio do câncer do colo do útero em todo o mundo”.

O p16-Ki67 é indicado principalmente para pacientes com teste positivo de HPV de alto risco ou quando apresentar dois tipos de alterações no Papanicolaou, como lesão de baixo grau e ASCUS. O exame ainda não é coberto pelos planos de saúde e está disponível somente na opção particular.

Programação na SOGESP
Além do lançamento do p16-Ki67, durante o evento que reúne os principais nomes da ginecologia e obstetrícia para discutir os avanços nessa área da medicina, o SZD terá espaço nas principais mesas de debates. Ministrados por seus renomados profissionais, como o simpósio interativo sobre casos de PTGI, os especialistas estarão disponíveis no estande do SZD para recepcionar os médicos visitantes.

Tags:

papilomavírus humano, SalomãoZoppi Diagnósticos, teste p16-Ki67

Compartilhe: