Segunda edição de evento será de 25 a 27 de abril no IPT, com participação das áreas de embalagens e tratamento

IPT

O painel irá debater as condições para obtenção e renovação de licenças para sistemas de tratamento, assim como as aplicações, requisitos técnicos e condicionantes e as limitações dos tratamentos usuais (autoclave, micro-ondas e incineração) usados para os resíduos.

Entre os dias 25 e 27 de abril, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) sediará a segunda edição do Simpósio Internacional de Resíduos de Serviços de Saúde – SIRSS, evento promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – Seção São Paulo (ABES-SP) em parceria com diversas instituições. O objetivo do encontro, que contará com engenheiros, técnicos, pesquisadores e tomadores de decisões, é o alinhamento do setor de saúde às novas diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), buscando o debate sobre a convergência, oportunidades e desafios na aplicação das normas nas empresas e instituições.

A abertura do simpósio será feita pelo presidente do Conselho de Sustentabilidade da FecomercioSP, José Goldemberg, com a palestra magna ‘Resíduos Sólidos: Gestão com Responsabilidade’.

O coordenador do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (Portugal) e CEO da Levon Ambiente, Mario Russo, ministrará duas palestras: em 25 de abril, o tema será o estado da arte dos resíduos sólidos e serviços de saúde na Comunidade Europeia e na América Latina e, em 26 de abril, a logística reversa e os desafios globais da reciclagem.

O pesquisador Rogério Parra, do Laboratório de Embalagem e Acondicionamento do IPT, participará do evento no dia 25 de abril com uma palestra sobre requisitos e métodos de ensaio para coletores de resíduos de serviços de saúde perfurantes ou cortantes, enquanto a pesquisadora Cláudia Echevenguá Teixeira, do Laboratório de Resíduos e Áreas Contaminadas, será a moderadora no dia 26 de um painel sobre as tecnologias de tratamento dos resíduos.

O painel irá debater as condições para obtenção e renovação de licenças para sistemas de tratamento, assim como as aplicações, requisitos técnicos e condicionantes e as limitações dos tratamentos usuais (autoclave, micro-ondas e incineração) usados para os resíduos.

O terceiro dia do evento contará com visitas técnicas a duas unidades do IPT: a primeira terá como foco a combustão de materiais sólidos, no Laboratório de Energia Térmica; e a segunda estará voltada à apresentação de testes de coletores para resíduos de serviços de saúde perfurantes ou cortantes, no Laboratório de Embalagem e Acondicionamento.

Além da ABES-SP e do IPT, são instituições organizadoras a Associação Brasileira do Atacado Farmacêutico (Abafarma), Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos (Abetre), Associação Brasileira de Resíduos Sólidos e Limpeza Pública (ABLP), Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), Associação Interamericana de Engenharia Sanitária e Ambiental (Aidis), BHS Brasil Health Service, o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), Federação dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (FEOHESP), Instituto de Ensino e Pesquisa na Área da Saúde (Iepas), Revista ARes – Ambiente & Resíduos, Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sincofarma), Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma) e Universidade de São Paulo (USP).

Para inscrições e mais informações sobre a programação do simpósio, clique aqui.

Tags:

IPT, Simpósio Internacional de Resíduos de Serviços de Saúde – SIRSS

Compartilhe: