biometrix

A biologia molecular é mais sensível e também menos invasiva para realizar o diagnóstico de clamídia.

A clamídia é uma infecção causada pela bactéria Chlamydia trachomatis, transmitida através do contato sexual direto. Segundo a Organização Mundial da Saúde é a mais comum de todas as DSTs bacterianas, apresentando 131 milhões de novos casos todos os anos. A infecção afeta homens, mulheres e também crianças através da transmissão da mãe para o bebê durante o parto normal. As mulheres jovens, até os 24 anos, são a população mais afetada e que apresentam maior risco. O grande desafio para o controle da doença está justamente no seu diagnóstico. Pessoas infectadas geralmente não apresentam sintomas, cerca de 50% dos homens e até 70% das mulheres são assintomáticas. Esse cenário dificulta o reconhecimento da doença e o seu tratamento logo no estágio inicial, mas apesar de não manisfestar nenhum sinal visível, isso não significa a ausência de danos ao organismo.

Diagnóstico de Clamídia

Por essa razão, o diagnóstico correto e precoce da clamídia é essencial para prevenir complicações e sequelas associadas a uma infecção prolongada. Os exames tradicionais para o diagnóstico como citologia, imunofluorescência direta e indireta, cultura entre outros mostraram-se pouco eficientes por apresentarem baixa sensibilidade, dificuldade de execução, dificuldade de coleta, e/ou baixa especificidade, que os inviabilizam na rotina diária.

Os testes moleculares, além de alta sensibilidade e especificidade, são menos invasivos podendo ser realizados com swab cervical e uretral ou em amostras de urina. A detecção do DNA da bactéria na urina permite realizar uma triagem não invasiva, principalmente para pacientes assintomáticos.

Complicações para as mulheres e riscos para gestantes

A infecção por Chlamydia trachomatis geralmente apresenta-se com o surgimento de secreções na região genital, dor ao urinar e após as relações sexuais. Como os pacientes, principalmente as mulheres, apresentam poucos ou nenhum sintoma a infecção não é tratada, facilitando a transmissão para os parceiros sexuais e a disseminação da doença.

A bactéria pode atingir o trato genital superior do aparelho urinário ocasionando a infertilidade, tanto em homens quanto em mulheres, doença inflamatória pélvica e gravidez ectópica (que ocorre fora do útero).

Uma grande preocupação é o risco da trasmissão da mãe para o bebê durante o parto normal, pois o recém-nascido pode desenvolver uma infecção ocular (conjuntivite) ou pulmonar (pneumonia) dentro dos primeiros 15 dias de vida. Cerca de um terço dos neonatos expostos ao patógeno durante o parto podem ser afetados. A infecção pode provocar ainda o parto precoce e até a morte neonatal.

O meio mais eficaz de prevenir a infecção por clamídia em recém-nascidos é examinar e tratar as mulheres grávidas antes do parto, além de tratar também o parceiro para que não tenha infecções recorrentes.

OMS alerta sobre a resistência a antibióticos

Novas diretrizes terapêuticas para o tratamento da clamídia foram emitidas pela Organização Mundial da Saúde em resposta à crescente ameaça de resistência aos antibióticos. A doença é geralmente curada com antibióticos, mas a resistência tem aumentado rapidamente nos últimos anos, pois os medicamentos estão perdendo a eficácia devido a seu uso excessivo e a sua má utilização.

Diagnóstico de Clamídia por Biologia Molecular

A biologia molecular é mais sensível e também menos invasiva para realizar o diagnóstico de clamídia. O Kit XGEN Master CT é um teste in vitro qualitativo baseado na metodologia de PCR em Tempo Real e destinado para a detecção de DNA genômico de Chlamydia trachomatis e sua variante sueca.

A técnica de PCR (Polymerase Chain Reaction – Reação em cadeia da Polimerase) consiste basicamente na amplificação in vitro usada para aumentar o número de cópias de uma região do DNA, a fim de produzir DNA suficiente para análise adequada. Essa amplificação detecta com rapidez e sensibilidade até pequenas quantidades de ácidos nucleicos na amostra, realizando o diagnóstico em tempo real.

Vantagens da PCR em Tempo Real:

– Diagnóstico rápido e sensível, principalmente se comparado a outras metodologias;

– Resultados em aproximadamente 2 horas;

– Controle simultâneo de reação de extração/amplificação através do Controle Interno;

– Facilidade na interpretação dos dados;

– Precisão, especificidade e alto desempenho;

– Kit com registro na ANVISA (80502070004).

Comercializado por Biometrix Diagnóstica
0800 726 0504
(41) 2108-5250
[email protected]

Tags:

clamídia, Kit XGEN Master CT, testes moleculares

Compartilhe: