Qual a ligação entre o HPV e o câncer cervical?

O câncer cervical, também chamado de câncer do colo do útero, está associado à infecção persistente por subtipos oncogênicos do vírus HPV (Papilomavírus Humano), especialmente o HPV-16 e o HPV-18, responsáveis por cerca de 70% dos cânceres cervicais.

O HPV é uma infecção sexualmente transmissível (IST), e infelizmente é muito comum. Estima-se que cerca de 80% das mulheres sexualmente ativas irão adquiri-la ao longo de suas vidas. No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que entre 2016/2017, ocorreram 16.340 novos casos de câncer cervical.

A Evolução do HPV ao Câncer Cervical

Estima-se que 600 milhões de pessoas estejam infectadas pelo HPV e que 75% a 80% da população adquirem um ou mais tipos em algum momento da vida, sendo a doença sexualmente transmissível mais comum no mundo todo.

O HPV está envolvido em aproximadamente 100% dos casos de câncer do colo do útero. Existem pelo menos 13 tipos de HPV são considerados oncogênicos, chamados de alto risco. Os tipos 16 e 18 estão presentes em 70% dos casos de câncer cervical.

Na maioria dos casos, o HPV não apresenta sintomas. Ele pode permanecer no organismo durante anos sem qualquer manifestação e esta é uma grande preocupação, uma vez que pode evoluir silenciosamente para o câncer.

O câncer inicial ou mesmo o pré-câncer também não costumam apresentar sintomas e são somente detectados pelos exames de rotina femininos.

O câncer cervical é o terceiro tipo de tumor mais comum em mulheres e o quarto câncer que mais leva as brasileiras a óbito. Com aproximadamente 530 mil casos novos por ano no mundo é o responsável pela morte de 265 mil mulheres por ano.

 

Detecção simultânea e Genotipagem de 36 tipos de HPV

A linha XGen oferece ao mercado o kit MULTIPLEX HPV. Um teste in vitro para a detecção qualitativa e genotipagem do ácido nucleico de 36 diferentes tipos do vírus papiloma humano (HPV) de alto e baixo risco sem a necessidade da extração de DNA , dependendo da amostra utilizada.

Metodologia Flow Chip envolve a detecção simultânea e genotipagem de diferentes tipos de HPV através de PCR seguida de uma hibridização reversa (dot blot) utilizando sondas específicas de DNA imobilizadas em uma membrana de nylon – Chip.

A precisão e a alta sensibilidade do teste molecular permitem a detecção precoce de lesões cervicais pré-cancerosas em comparação com os com os esfregaços dos exames tradicionais. A infecção persistente e a coinfecção pelo HPV, principalmente pelos tipos de alto risco, tem mais chances de desenvolvimento de lesões precursoras que se não forem identificadas e tratadas podem progredir para o câncer.

Saiba mais das vantagens do kit MULTIPLEX HPV clicando aqui.

XGEN – Soluções Completas em Diagnóstico

Comercializado por Biometrix Diagnóstica

0800 726 0504

(41) 2108-5250

[email protected]

Tags:

Biometrix Diagnóstica, câncer do colo do útero, kit MULTIPLEX HPV, vírus HPV

Compartilhe: