bindingsiteNo período de 8 a 10 de junho de 2017, aconteceu  na cidade de São Paulo, no hotel Pullman São Paulo Ibirapuera, o I Encontro do Grupo de Gamopatias Monoclonais, liderado pelo comitê científico da Associação Brasileira de Hematologia e Terapia (ABHH). O evento contou com a participação de 130 profissionais da saúde, incluindo médicos hematologistas, biomédicos, farmacêuticos e biólogos. A Binding Site do Brasil, em parceria com a Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, esteve presente apoiando e contribuindo com as atividades científicas durante o encontro. O mesmo teve como objetivo discutir os novos avanços diagnósticos e terapêuticos para o Mieloma e outras Gamopatias, assim como a incorporação e utilização dos testes diagnósticos e fármacos na rotina clínico-laboratorial.

Durante o primeiro dia, o Dr. Ângelo Maiolino e a Dra. Vânia Hungria falaram sobre a formação do Grupo Brasileiro de Mieloma Múltiplo (GBRAM), do qual fazem parte os especialistas da área de hematologia, e sobre o cenário do Mieloma na América Latina nos últimos anos. Os membros desses comitês estavam presentes e ministraram as palestras no decorrer do evento.

Durante as sessões do primeiro dia, características de cada Gamopatia Monoclonal, incluindo Gamopatia Monoclonal de Significado indeterminado (MGUS), Amiloidose, Macroglobulinemia de Waldenstrom e Leucemia de Células Plasmáticas foram discutidas. Outros tópicos também foram apresentados durante esse dia, como o tratamento de pacientes refratários/recidivados, a relevância da Doença Residual Mínima (DRM) em Mieloma Múltiplo e ainda como fazer a avaliação da DRM nesses pacientes. Para finalizar as discussões desse dia, tivemos palestras sobre o tratamento de pacientes elegíveis ao transplante de medula óssea, os diferentes fármacos disponíveis para o tratamento e a terapia de suporte para os pacientes.

No último dia do encontro houve uma conferência sobre o papel do Freelite® (quantificação de cadeias leves livres) no diagnóstico e monitoramento das Gamopatias Monoclonais e para encerrar o evento, uma palestra sobre tratamento dos pacientes não elegíveis para o transplante de medula óssea.

Por fim, a discussão direta com os líderes de opinião da área sobre o que há de mais novo e aplicado à rotina médica para melhorar o diagnóstico e monitoramento dos pacientes, foi de grande valia.

Tags:

Binding Site do Brasil, I Encontro do Grupo de Gamopatias Monoclonais

Compartilhe: