Aquisição amplia portfólio de serviços da rede que agora passa a oferecer exames de anatomia patológica e citologia

tubo2_fdp

Com um aporte total de R$ 40 milhões em investimentos, o LSM vai usar a sua capacidade de crescer em até três vezes na mesma planta, para operar no mercado de apoio e incrementar o portfólio de serviços.

O laboratório São Marcos (LSM), que atua na área de medicina diagnóstica preventiva há 76 anos, em Minas Gerais, segue dando continuidade ao seu plano de expansão e acaba de anunciar a aquisição do laboratório mineiro Dairton Miranda. Com a fusão, o LSM expande o seu portfólio de serviços e agora passa a oferecer exames de anatomia patológica (biópsia) e de citologia, como o Papanicolau, que detecta doenças como HPV, câncer de colo de útero e diversas doenças sexualmente transmissíveis. A meta é estar entre os cinco maiores players do setor, até 2021, oferecendo serviços completos e diferenciados em medicina diagnóstica e preventiva.

Além de ampliar a capacidade de atendimento na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e em São Paulo, o investimento vai permitir ao novo LSM intensificar a sua atuação no mercado de apoio laboratorial, um dos principais projetos estratégicos, iniciado em 2017. A expectativa é que a incorporação do laboratório Dairton Miranda ao grupo resulte em um incremento de R$ 10 milhões na receita, ao ano.

O São Marcos encontra-se em plena expansão no mercado de apoio a outros laboratórios parceiros e já conta com mais de 50 clientes em Minas Gerais e São Paulo. A maior oferta de serviços no portfólio da marca vai prover mais suporte aos laboratórios apoiados e viabilizar novas parcerias.

Laboratório Dairton Miranda

Fundado pelo professor e patologista homônimo, Dairton Miranda, possui 35 anos de expertise em anatomia patológica, citologia e biologia molecular. Atualmente, o laboratório também é referência nacional na realização de exames patológicos oculares e urológicos. Foi o primeiro do Estado a obter certificação da Organização Nacional de Acreditação, no segmento anatomia patológica.

Laboratório São Marcos

Atua desde 1941 na área de medicina diagnóstica e preventiva. Foi fundado pelo médico patologista Edgard Antunes Cerqueira, em Belo Horizonte, e teve a gestão, posteriormente, assumida por seu filho, Cláudio Cerqueira, que ocupa o cargo de presidente do Conselho Diretor. A Diretoria da empresa é composta pela terceira geração da família fundadora, integrada por Bruno Cerqueira, CEO; Rodrigo Cerqueira, vice-presidente; e Mariana Cerqueira, diretora Médica, além do diretor Executivo (COO), Ricardo Dupin.

Em março, o LSM iniciou a execução do planejamento de aquisições: a clínica especializada em diagnóstico por imagem Elcordis, localizada em Contagem, na RMBH, passou a fazer parte do Grupo LSM. O investimento resultou na ampliação da oferta de serviços da rede, que passou a disponibilizar a seus clientes exames como ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassom, raio-X digital, ecocardiograma, doppler, métodos gráficos, medicina nuclear. No mês seguinte, deu um grande passo para o crescimento da marca com a compra da rede Lab Hormon, marcando o início da operação em outro estado.

Com um aporte total de R$ 40 milhões em investimentos, o LSM vai usar a sua capacidade de crescer em até três vezes na mesma planta, para operar no mercado de apoio e incrementar o portfólio de serviços.

Tags:

Dairton Miranda, Laboratório São Marcos

Compartilhe: