Diagnóstico eficiente para gestantes e imunocomprometidos através da metodologia de PCR em Tempo Real

biometrixO Toxoplasma gondii é o protozoário causador da toxoplasmose, uma zoonose que acomete milhões no mundo todo. Em pessoas com imunidade preservada, a toxoplasmose é assintomática em cerca de 90% dos casos e pode até passar despercebida. Porém a grande preocupação em relação à doença está nas mulheres grávidas e nos pacientes imunocomprometidos, como transplantados e pacientes com HIV.

O kit da XGEN realiza o diagnóstico de toxoplasmose através da metodologia de PCR em Tempo Real, muito mais sensível e assertiva principalmente se comparada a outras metodologias. Podem ser utilizadas amostra de sangue ou fluido amniótico, este último utilizado em casos de suspeita de toxoplasmose congênita.

A forma congênita, passada da mãe para o feto durante a gravidez, costuma ser crítica. O protozoário atinge o feto por via transplacentária causando danos com diferentes graus de gravidade, dependendo da capacidade da resposta imune da mãe e do período gestacional em que a mulher se encontra. Pode causar desde sequelas neurológicas, até visuais e hepáticas ao bebê.

Nos pacientes com infecção pelo HIV e outras formas de imunossupressão, principalmente transplantados, a toxoplasmose geralmente ocorre como reativação da doença no sistema nervoso, pulmão e coração, causando quadros de encefalite, miocardite e pneumonite. Na forma cerebral, denominada neurotoxoplasmose, podem ocorrer rebaixamento do nível de consciência, convulsões e sinais neurológicos focais diversos. Como não há sistema imune competente para combater o parasita, a toxoplasmose pode se disseminar pelo corpo e se não tratada evolui para sepse.

Apesar de a toxoplasmose desenvolver a imunidade no indivíduo, ainda não há vacina específica disponível. Assim, o diagnóstico rápido e preciso é extremamente importante para o tratamento e profilaxia da doença.

A evidenciação do parasita pela demonstração de seus componentes como antígenos ou segmentos de DNA é de alto valor diagnóstico e vem assumindo posição de destaque especialmente em imunocomprometidos.

A PCR em Tempo Real (qPCR) tem sido utilizada no diagnóstico pré-natal e na prevenção da infecção toxoplásmica.

Biologia Molecular e as vantagens da utilização da PCR em tempo real para diagnóstico de Toxoplasmose

A PCR (Polymerase Chain Reaction – Reação em cadeia da Polimerase) consiste basicamente na amplificação “in vitro” usada para aumentar o número de cópias de uma região de DNA, a fim de produzir DNA suficiente para análise adequada. A PCR em Tempo Real permite que a amplificação e detecção ocorram simultaneamente e o resultado é visualizado em Tempo Real, gerando resultados sensíveis e com precisão.

Principais vantagens para o diagnóstico de Toxoplasmose:

– Infecções fetais podem ser diagnosticadas cedo através da análise de líquido amniótico;

– Diagnóstico rápido e sensível, principalmente se comparado a outras metodologias;

– Precisão, especificidade e alto desempenho;

– Resultado liberado em até duas horas e meia;

– Teste para diagnóstico molecular com registro na ANVISA (n° 80502070009)

Tags:

PCR em tempo real, Toxoplasma gondii, Toxoplasmose, XGEN

Compartilhe: